Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Locais/Regionais

Compartilhe agora

Três cidades de Minas são destacadas

Postado em 18 de junho de 2021 por

Feature image

*Fonte imagem : Shopping Uberaba*


Uberlândia, Uberaba e Belo Horizonte estão no ranking das que devem universalizar serviços

Em Minas Gerais, apenas Uberlândia e Uberaba aparecem no ranking da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes) como localidades rumo à universalização do saneamento básico, entre municípios com mais de 100 mil habitantes. O levantamento ainda cita a capital mineira, Belo Horizonte, como tendo compromisso com a universalização. A universalização do acesso aos serviços de saneamento básico é uma meta do Plano Nacional de Saneamento Básico que visa garantir abastecimento de água potável, coleta e tratamento de esgoto, coleta e destinação de resíduos sólidos a 100% da população. Apenas 37 cidades são citadas entre aquelas rumo a esse acesso.
Uberlândia obteve nota de 497,24 pontos e Uberaba conseguiu nota de 496,93 pontos, dentro de 500 possíveis. Belo Horizonte teve pontuação 482,57. Pelo ranking, os municípios são avaliados em quatro categorias: rumo à universalização, compromisso a esse fim, empenho para universalização e primeiros passos nesse sentido. Segundo a Prefeitura de Uberlândia, melhor colocada do Estado em 2021, a cidade conta com Plano Municipal de Saneamento Básico, fornece água para 100% da população, trata 100% do esgoto coletado, atende 99% da coleta de resíduos sólidos e destina adequadamente 100% dos resíduos sólidos.
Mais de R$ 385 milhões foram investidos no sistema de abastecimento e esgotamento sanitário nos últimos 16 anos, ainda de acordo com dados da prefeitura. “Investimos no saneamento em busca da qualidade de vida para a nossa gente, ao mesmo tempo atraímos novas investimentos para nossa cidade, assim, gerando novas oportunidades de negócios, renda e emprego”, disse o prefeito Odelmo Leão (PP). Ele citou ainda a conclusão Estação de Tratamento de Água Capim Branco, que está em pré-operação. Quando definitivamente interligada às estações existentes  (Sucupira e Bom Jardim), vai garantir abastecimento para 1,5 milhão de pessoas.

O levantamento 

Em sua quinta edição, o Ranking ABES da Universalização do Saneamento é considerado pelas prefeituras um instrumento de análise do setor no Brasil, com apuração de impactos da ausência ou precariedade do saneamento na saúde da população. O ranking edição 2021 reúne 1.670 municípios brasileiros que forneceram informações ao Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (Snis) referente a 2019. Os municípios que apresentaram as informações para o cálculo dos indicadores que compõem o ranking foram classificados em quatro categorias. A pontuação máxima possível é de 500 pontos, atingida quando o município alcança 100% em todos os cinco indicadores.

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários