Mobile

Data Publicacao:    2021-05-18 16:00:56

Uberaba está entre os 47 municípios mineiros que irão receber a vacina da Pfizer/Comirnaty. Cerca de 2 mil doses serão entregues nesta segunda-feira (24) para atender o público de comorbidades. 

O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Saúde, já está preparado para receber essas doses que chegarão ao Município durante a tarde. As doses serão entregues já descongeladas e encaminhadas à Central de Vacinas, visto que precisarão ficar apenas refrigeradas da mesma maneira que as demais vacinas, até a aplicação que deverá acontecer em um prazo máximo de quatro dias. 

A recomendação do Ministério da Saúde é que essas doses sejam aplicadas em ambiente fechado e climatizado. Com isso, a aplicação será realizada no Centro de Eventos da ABCZ, a partir desta terça-feira (25). É importante frisar que, com a alteração, esse público será vacinado apenas a pé. 

O Município seguirá com o cronograma de vacinação atendendo a pessoas de 46 anos com comorbidades, pessoas com deficiência permanente cadastradas no BPC, também de 46 anos, pessoas com Síndrome de Down, pacientes renais em diálise, gestantes e puérperas com comorbidades. 

De acordo com a coordenadora da Comissão de Vacinas, Ana Vera Abdanur, Uberaba já tomou todos os cuidados para conduzir essa vacinação, as equipes passaram por dois dias de treinamento e essas doses serão ministradas em sua totalidade dentro do prazo estipulado.

FONE: PREFEITURA DE UBERABA

Lote será o maior da história em valor e em número de contribuintes

A partir das 10h de hoje (24), o contribuinte que entregou a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física no início do prazo saberá se vai receber dinheiro do Fisco ainda este mês. Nesse horário, a Receita Federal libera a consulta ao primeiro dos cinco lotes de restituição de 2021.

Será o maior lote de restituição da história, tanto em valor desembolsado quanto em número de contribuintes. Ao todo, 3.446.038 contribuintes receberão R$ 6 bilhões.  Desse total, R$ 5.548.337.897,41 serão pagos aos contribuintes com prioridade legal, sendo 96.686 idosos acima de 80 anos, 1.966.234 entre 60 e 79 anos, 127.783 contribuintes com alguma deficiência física, mental ou doença e 891.421 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

O restante do lote será destinado a 263.914 contribuintes não prioritários que entregaram declarações de exercícios anteriores até 28 de fevereiro deste ano. 

O dinheiro será pago em 31 de maio. A consulta pode ser feita na página da Receita Federal na internet. Basta o contribuinte clicar no campo “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, “Consultar Restituição”. A consulta também pode ser feita no aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível para os smartphones dos sistemas Android e iOS.

A consulta ao site permite a verificação de eventuais pendências que impeçam o pagamento da restituição – como inclusão na malha fina. Caso uma ou mais inconsistências sejam encontradas na declaração, basta enviar uma declaração retificadora e esperar os próximos lotes.

FONTE AGÊNCIA BRASIL

Lázaro Barbosa segue cometendo crimes e fugindo de centenas de policiais

A polícia entra, hoje, no 10º dia de buscas por Lázaro Barbosa Sousa, 32 anos, principal suspeito de assassinar uma família, em Ceilândia Norte. No entanto, a procura seguia sem resultados até o início da madrugada. Ontem, dois habitantes de Girassol, povoado de Cocalzinho (GO), disseram ter visto o fugitivo. À tarde, houve troca de tiros entre o acusado e policiais militares. Ninguém das equipes se feriu.

Horas depois, o secretário de segurança Pública de Goiás, Rodney Rocha Miranda, afirmou que os policiais continuariam os trabalhos durante a madrugada de hoje. Em coletiva de imprensa na base das forças de segurança montada em Girassol, o chefe da pasta declarou que nenhuma possibilidade deve ser descartada para capturar Lázaro. “Ele pode ter atravessado a BR. A área é extensa. Então, vamos virar a madrugada trabalhando. Ele está no limite”, completou.

O secretário também comentou a troca de tiros entre a polícia e o criminoso durante uma perseguição: “Nosso cão farejou ele. Possivelmente, ele (Lázaro) está ferido. Achamos um pano ensanguentado. Ele pode ter ferimentos graves”, detalhou Rodney. Mesmo assim, Lázaro escapou. “Ele tentou acertar os cachorros. Entrou em uma vala, e os policiais perderam o rastro dele ali. Ele está na região. Vamos esperar. Colocamos algumas equipes com visão noturna. Ele é perigosíssimo e está armado”, alertou Rodney.

Uma das hipóteses investigadas era de que Lázaro tivesse passado a noite em uma área de vale, entre quarta-feira e ontem, em frente à base das equipes. Diante da dificuldade para encontrar o fugitivo, o ministro da Justiça, Anderson Torres, ofereceu apoio ao secretário de Segurança Pública de Goiás. Ele colocou 20 integrantes da Força Nacional à disposição do estado goiano e do DF (leia mais na página 14).

Sem data para a chegada do reforço, Anderson Torres lembrou que o envio não está fechado. “Estamos aguardando os desdobramentos desta noite (ontem) para fazer a definição”, comentou. O ministro acrescentou que os agentes envolvidos nas buscas admitiram a necessidade de auxílio da tropa. “Parece que as coisas terão um desfecho nesta noite (ontem). Então, vamos aguardar até amanhã (hoje)”, completou.

Enquanto Lázaro não é preso, a sensação de medo impera entre a população. Fazendeiros e trabalhadores de chácaras onde o criminoso estaria escondido têm deixado as propriedades, com medo de terem as casas invadidas. Um morador da região, o engenheiro agrônomo Bruno Lacerda, 53, contou que cuidava do gado quando testemunhou um tiroteio na propriedade dele, depois que dois carros da polícia chegaram ao local. Assustado, o fazendeiro contou que passaria a noite em outro endereço. Ele não soube dizer se o acusado atirou, mas relatou ter ouvido dezenas de disparos.

Discurso a apoiadores

Em transmissão nas mídias sociais ontem, Jair Bolsonaro (sem partido) citou as buscas e defendeu flexibilizações no Estatuto do Desarmamento. Ao lado do deputado federal major Vitor Hugo (PSL-GO), o presidente comentou: “Esse elemento (Lázaro) tentou entrar em uma chácara e foi repelido porque o cara (morador) tinha uma (arma) calibre 12”. O parlamentar defendeu o porte de armas para “determinadas categorias profissionais”. Mais cedo, a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro comentou pela primeira vez sobre as buscas por Lázaro e usou argumentos semelhantes para defender a bandeira a favor da liberação de armamentos. No entanto, enquanto foge, Lázaro tem conseguido se munir com itens das chácaras que invade. Em uma delas, roubou armas, balas e feriu pessoas a tiros.

Caso continue nessa velocidade, no início de agosto o país terá contemplado com a primeira dose 70% da população vacinável

Pelo oitavo dia útil consecutivo, o Brasil conseguiu vacinar contra a COVID-19, nesta quinta-feira (17/6), mais de 1 milhão de pessoas, completando a maior média de aplicações até o momento — 1,2 milhão, no acumulado dos últimos sete dias. Caso continue nessa velocidade, no início de agosto o país terá contemplado com a primeira dose 70% da população vacinável.

Assim, a previsão feita pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, de que todos os brasileiros acima de 18 anos receberão pelo menos uma das doses até o fim de setembro será antecipada em um mês.
Os levantamentos são do Vacinômetro do Painel COVID-19 – Estatísticas do Coronavírus, plataforma criada pelo analista de sistemas e matemático Giscard Stephanou a partir de dados das secretarias de saúde dos estados. Pela contabilização no site, o país está perto de fazer chegar a vacina a 40% dos brasileiros adultos, apesar das instabilidades para a chegada de ingrediente farmacêutico ativo (IFA) para a finalização das vacinas — frustrando as entregas para o ministério.

Fantasma
Esse, aliás, é o maior fantasma do Plano Nacional de Imunização (PNI). No fim de abril, a média de aplicações chegou, por uma única vez, a superar 1 milhão de doses, quando o ritmo de entrega da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) acelerou e o Instituto Butantan, mesmo enfrentando problemas com a importação de IFA, se aproximou de cumprir a primeira parte do contrato com o ministério. Mas a dificuldade na importação de matéria-prima, que chegou a para a linha de produção das duas instituições, atrasou as entregas e o índice de vacinação caiu para 650 mil aplicações diárias, em média.
Para tentar manter o ritmo de vacinação, o governo federal aposta na antecipação de doses de imunizantes já contratadas — como as da Pfizer, que adiantou 7 milhões de vacinas para julho. Isso seria capaz de compensar a dificuldade enfrentada pelo Butantan para manter a regularidade na produção: o instituto entrega, hoje, as últimas doses produzidas a partir do último lote de 3 mil litros de insumos recebidos em maio. Depois dessa entrega, de 2,2 milhões de doses, fica à espera de 6 mil litros de insumos.

Fonte: Estado de Minas

Uberlândia, Uberaba e Belo Horizonte estão no ranking das que devem universalizar serviços

Em Minas Gerais, apenas Uberlândia e Uberaba aparecem no ranking da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes) como localidades rumo à universalização do saneamento básico, entre municípios com mais de 100 mil habitantes. O levantamento ainda cita a capital mineira, Belo Horizonte, como tendo compromisso com a universalização. A universalização do acesso aos serviços de saneamento básico é uma meta do Plano Nacional de Saneamento Básico que visa garantir abastecimento de água potável, coleta e tratamento de esgoto, coleta e destinação de resíduos sólidos a 100% da população. Apenas 37 cidades são citadas entre aquelas rumo a esse acesso.
Uberlândia obteve nota de 497,24 pontos e Uberaba conseguiu nota de 496,93 pontos, dentro de 500 possíveis. Belo Horizonte teve pontuação 482,57. Pelo ranking, os municípios são avaliados em quatro categorias: rumo à universalização, compromisso a esse fim, empenho para universalização e primeiros passos nesse sentido. Segundo a Prefeitura de Uberlândia, melhor colocada do Estado em 2021, a cidade conta com Plano Municipal de Saneamento Básico, fornece água para 100% da população, trata 100% do esgoto coletado, atende 99% da coleta de resíduos sólidos e destina adequadamente 100% dos resíduos sólidos.
Mais de R$ 385 milhões foram investidos no sistema de abastecimento e esgotamento sanitário nos últimos 16 anos, ainda de acordo com dados da prefeitura. “Investimos no saneamento em busca da qualidade de vida para a nossa gente, ao mesmo tempo atraímos novas investimentos para nossa cidade, assim, gerando novas oportunidades de negócios, renda e emprego”, disse o prefeito Odelmo Leão (PP). Ele citou ainda a conclusão Estação de Tratamento de Água Capim Branco, que está em pré-operação. Quando definitivamente interligada às estações existentes  (Sucupira e Bom Jardim), vai garantir abastecimento para 1,5 milhão de pessoas.

O levantamento 

Em sua quinta edição, o Ranking ABES da Universalização do Saneamento é considerado pelas prefeituras um instrumento de análise do setor no Brasil, com apuração de impactos da ausência ou precariedade do saneamento na saúde da população. O ranking edição 2021 reúne 1.670 municípios brasileiros que forneceram informações ao Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (Snis) referente a 2019. Os municípios que apresentaram as informações para o cálculo dos indicadores que compõem o ranking foram classificados em quatro categorias. A pontuação máxima possível é de 500 pontos, atingida quando o município alcança 100% em todos os cinco indicadores.

Estes grupos, com mais de 25 anos, serão imunizados com a primeira dose da vacina contra a COVID-19 nos próximos dois dias

Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, trabalhadores da educação e da saúde com mais de 25 anos começarão a ser vacinados contra COVID-19 nesta sexta-feira (18/6) e sábado (19/6). Com mais de 130 mil doses aplicadas, cidade está na 3ª posição no ranking da vacinação em Minas.
Segundo informações da Secretaria de Saúde de Uberaba, tanto nesta sexta como sábado, entre às 8h30 e 16h, os trabalhadores da saúde com idade a partir dos 25 anos serão imunizados na ABCZ.

Já os trabalhadores da educação, desta mesma faixa etária, deverão comparecer na Funel.
“Segue ainda a vacinação das pessoas remanescentes dos demais grupos da vacinação que ainda não compareceram, sendo gestantes e puérperas na Funel e pessoas com comorbidades no geral, na ABCZ. Todos devem ser trabalhadores ativos e devem apresentar documento de identidade com foto, CPF e comprovante de residência de Uberaba, além da documentação comprobatória para cada categoria”, informou nota da Secretaria de Saúde de Uberaba
Já a vacinação de gestantes e puérperas, sem e com comorbidades, está condicionada à apresentação de um laudo médico.
“E como esse público está recebendo apenas doses da CoronaVac, a vacinação está sendo feita apenas no formato a pé no drive da Funel, não precisando que essas mulheres sigam aguardando na fila de carros”, finaliza a nota.

Uberaba ocupa a 3ª posição no ranking da vacinação em MG

Uberaba, município com cerca de 330 mil habitantes, é a 3ª colocada dentre as maiores cidades mineiras no ranking da vacinação contra COVID-19, com aplicação da primeira dose. A média de vacinação na cidade é de 27,81%, acima da média de Minas Gerais, que é de 25,87%, e do Brasil, que é de 26,88%.
Segundo dados atualizados do Vacinômetro Uberaba, das 156.944 doses recebidas, 131.940 foram aplicadas, sendo 93.759 na primeira dose e 38.181, na segunda.
O município fica atrás apenas de Belo Horizonte e Juiz de Fora. O comparativo foi feito com base nos vacinômetros divulgados pelos municípios, na última terça-feira (15).
O bom desempenho na vacinação em Uberaba também é registrado com a segunda dose, porém, a cidade vai para a quarta posição no estado, com a média de 11,33%, sendo ultrapassada por Uberlândia, que está com 11,75% da segunda dose aplicada.
Das 93.759 pessoas vacinadas em Uberaba com a primeira dose, 38.181 tomaram a segunda dose.
“Mesmo com imunizantes disponíveis para esse público, a abstenção da segunda dose gira em torno de 2.500 pessoas”, informou a Secretaria de Saúde de Uberaba.
Do público-alvo do Programa Nacional de Imunização, foram vacinados na cidade 100% dos idosos em Instituição de longa permanência; 100% das pessoas com deficiência em residências inclusivas; 51.079  idosos acima de 60 anos; 20.959 pessoas com comorbidades, deficientes permanentes, pessoas com síndrome de Down, pacientes renais crônicos, gestantes e puérperas; 281 motoristas do transporte  urbano; 1.272  trabalhadores de Forças de Segurança; 16.433 trabalhadores da saúde; e 2.964 trabalhadores da educação. 

Números continuam altos no município

Nas últimas 24 horas, foram registrados 180 casos positivos (número considerado alto para Uberaba) e três mortes, segundo o último boletim epidemiológico, divulgado na noite desta quinta-feira (17/6).
Assim como em fevereiro, março, abril e maio, a ocupação UTI/COVID, tanto de seus hospitais públicos como privados, continua no limite ou perto disto também neste mês de junho.
Ainda conforme o último boletim, em Uberaba, dos 103 leitos de UTI para pacientes com COVID-19 disponíveis na cidade e sua microrregião, 88 estão ocupados, sendo que de 60 existentes na rede pública, 56 estão com pacientes; e dos 43 da rede privada, há 32 pessoas em estado grave.
Por outro lado, os últimos boletins têm registrado pequenas quedas, mas importantes, nos números de ocupações de leitos de enfermaria/COVID na cidade. 
Nos últimos dois meses em Uberaba, de um total de 209 leitos de enfermaria/COVID disponíveis nas redes públicas e privadas da cidade, havia em torno de 160 internados. Já segundo o último boletim epidemiológico, há neste momento 102 internados na ala enfermaria/COVID.
Desde o início da pandemia, já foram contabilizados na cidade 31.788 casos positivos, sendo que 1.079 pessoas morreram e 27.935 se recuperaram.

Fonte: Estado de Minas

Secretário de saúde de Uberaba está entre os indiciados; documento apontou crimes de corrupção passiva e peculato

Relatório da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da vacinação da COVID-19 em Uberaba, no Triângulo Mineiro, apontou cerca de 3 mil fura filas e a Câmara Municipal aprovou a formação de uma Comissão Parlamentar Processante (CPP). Entrentanto, a maior parte dos vereadores não concordou com a inclusão do nome da prefeita Elisa Araújo (Solidariedade) entre os indiciados. 

Após sessão presencial que durou cerca de 14 horas, do final da tarde desta quarta-feira (16/5) até a manhã desta quinta-feira (17/6), quando um relatório de 306 páginas foi apresentado aos 21 vereadores, a instalação da CPP foi aprovada por 19 votos. Apenas um vereador, Samuel Pereira (MDB) votou contra. O presidente da Casa, Ismar Marão (PSD), não vota. Os parlamentares deliberaram também pela escolha dos integrantes da comissão processante. Como presidente da CPP foi escolhido o vereador Elias Divino (Pode). Já Anderson Dois Irmãos (PSD) ficou no posto de vogal e Alessandra Piagem (Pode) como relatora. Desta forma, a CMU decidiu que devem ser apuradas supostas irregularidades na vacinação em Uberaba e supostos crimes de corrupção passiva, peculato, improbidade administrativa, entre outros, cometidos pelo secretário municipal de Saúde, Sétimo Bóscolo, pela ex-secretária adjunta de Saúde, Juliana Lima Ribeiro e pela ex-responsável técnica da Central de Vacinas, Valéria Ferreira de Oliveira.  Entre as irregularidades apontadas pelo relatório da CEI, confirmada, inclusive pela Prefeitura de Uberaba, está a falha na vacinação em 29 de março, quando o público alvo eram idoso de 72 anos. No entanto, doses foram aplicadas em diversas pessoas de outra faixa etária, inclusive no ex-prefeito Paulo Piau, de 67 anos.

Durante a sessão o presidente da CEI, Marcos Jammal, ressaltou que foram identificados vários crimes do Código Penal previstos no Código Penal e praticados por servidores públicos e também por pessoas comuns. Entre os crimes identificados, durante leitura do relatório, realizada pela vereadora Lu Fachinelli (PSL), foram citados: improbidade administrativa, condescendência criminosa, abuso de autoridade, peculato, corrupção passiva e crime contra a Saúde Pública. A confecção da CEI durou 60 dias de apuração, sendo que os seus integrantes ouviram 21 pessoas e juntaram documentos que demonstraram nos autos fundamentos para concluir que houve irregularidades no processo de imunização contra a COVID-19 em Uberaba, nos meses de janeiro, fevereiro e março. 

Segundo o documento, a CEI detectou irregularidades na aplicação de doses das vacinas relacionadas ao descumprimento do Plano Nacional de Imunização, sendo que cerca de 3 mil pessoas que que não se encontravam na linha de frente do combate à COVID-19 foram vacinadas em Uberaba. Entre as pessoas, proprietários de clínica de vacinação e seus parentes e milhares de funcionários públicos. De acordo com o relator da CEI, o vereador Professor Wander (PSC), as irregularidades encontradas não atingem a prefeita Elisa.

“O que ao meu ver como relator da CEI é que a responsabilidade é diretamente atribuída ao secretário da saúde conforme lei federal 8080/90, por sua vez sendo o secretário e sua equipe os responsáveis. Não posso imputar responsabilidade à prefeita”, considerou o vereador, que assegurou que as oitivas do relatório serão encaminhadas aos órgãos competentes para prosseguimento das apurações, no caso, o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais para providências”, contou. Outros vereadores de Uberaba que compuseram a CEI foram Marcos Jammal (MDB), presidente, e Luizinho Kanecão (PDT), vice-presidente. Apesar da prefeita Elisa não ter prestado depoimento à CEI, ela enviou um ofício informando que o governo municipal abriu procedimentos internos para apurar as denúncias. 

Nota da prefeitura após o resultado final da CEI

Por meio de nota, o Governo Municipal declarou que sempre pautou-se pela transparência, ética e honestidade, se comprometendo com uma gestão pública eficiente. Leia abaixo a íntegra da nota: “Restou provada, após a leitura do relatório da CEI, na madrugada desta quinta-feira (17/6), que a chefe do Poder Executivo, Elisa Araújo, não cometeu crime algum, pois, em nenhum momento, acobertou erros ou deixou de ordenar a Controladoria do Município à devida apuração em caso de denúncia contra as regras vigentes. Também não foi complacente com servidores que se envolveram em atitudes suspeitas. 
Dessa forma, o Governo Municipal irá contribuir com o trabalho da Comissão Parlamentar Processante, instaurada pela Câmara Municipal. É desejo do Poder Executivo ver todas as denúncias apuradas e que os culpados respondam pelos atos cometidos. Trabalhar para o bem da população, buscando recursos tanto na esfera estadual como federal para intensificar o combate à pandemia é, dentre outras, medida adotada por esta gestão.
Uberaba é o terceiro município mineiro com melhor desempenho na aplicação da primeira dose da vacina e ocupa a quarta posição na aplicação da segunda dose.

Das 156.944 doses repassadas, receberam a primeira aplicação 93.409 pessoas e, desse total, 38.156 pessoas receberam a segunda dose.

A vacinação seguirá acelerada para que, até outubro deste ano, a população de Uberaba, acima de 18 anos, tenha sido vacinada com a primeira dose”.

Fonte: Estado de Minas

Acidente registrado agora a pouco no bairro Jd. Botânico, em Uberlândia.

Um jovem de 21 anos sofreu traumatismo craniano após uma colisão entre um caminhão e a motocicleta que ele pilotava. Logo após o acidente, o jovem sofreu diversas crises convulsivas em decorrência da pancada que sofreu na cabeça. Ele também sofreu escoriações pelo corpo. A vítima foi encaminhada ao P.S. da UFU.

Total de recuperados é de 15.944.646

O Brasil ultrapassou a marca das 490 mil mortes por covid-19. Nas últimas 24 horas, as autoridades de saúde registraram 2.468 novos óbitos em decorrência da doença. Com isso, o número de pessoas que não resistiram à pandemia chegou a 490.696. 

Ainda há 3.852 falecimentos em investigação. O termo é empregado pelas autoridades de saúde para designar casos em que um paciente morre, mas a causa segue sendo apurada mesmo após a declaração do óbito.

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite desta terça-feira (15). O balanço é organizado a partir das informações sobre casos e mortes levantadas pelas secretarias estaduais de saúde. Não foram computados os dados sobre o Rio Grande do Sul.

O total de pessoas infectadas desde o início da pandemia alcançou 17.533.221. Entre ontem e hoje, foram confirmados 80.609 novos casos.  O país tem ainda 1.097.879 casos ativos, em acompanhamento. O número de pessoas que foram infectadas mas se recuperaram desde o início da pandemia é de 15.944.646. Isso corresponde a 90,9% do total dos infectados pelo vírus.

Os números são em geral mais baixos aos domingos e segundas-feiras em razão da menor quantidade de funcionários das equipes de saúde para realizar a alimentação dos dados. Já às terças-feiras os resultados tendem a ser maiores pelo envio dos dados acumulados.

Estados

O ranking de estados com mais mortes pela covid-19 é liderado por São Paulo (119.110). Em seguida vêm Rio de Janeiro (53.242), Minas Gerais (43.206) e Rio Grande do Sul (29.701), que não atualizou os dados nesta terça-feira. Já na parte de baixo da lista, com menos vidas perdidas para a pandemia, estão Roraima (1.680), Acre (1.721), Amapá (1.778), Tocantins (3.042) e Alagoas (5.038).

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil – 15/06/2021/Divulgação/Ministério da Saúde

Vacinação

Até o momento, foram disponibilizadas a estados e municípios 110, 245 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. Deste total, foram aplicadas 80,2 milhões de doses, sendo 56,4 milhões da primeira dose e 23,7 milhões da segunda dose.

Iniciativa conta com o apoio de 19 dos 20 clubes da Série A

Os principais clubes brasileiros de futebol anunciaram nesta terça-feira (15) que têm a intenção de criar uma liga independente para comandar o campeonato nacional do país, com 19 dos 20 clubes da Série A apoiando a decisão de formar uma liga que possa lhes garantir mais controle do esporte.

Diferentemente de países como Inglaterra, Espanha e Alemanha, onde a liga é comandada por um órgão separado da associação nacional de futebol, as ligas profissionais no Brasil são controladas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

“Há muito o que fazer, e isso começa já”, disse o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, no Twitter. “Por novo calendário, mais planejamento, investimentos e receitas. Por democracia, com equilíbrio, união e trabalho. Sem conflitos, sem ressentimentos”, afirmou.

Os 19 clubes brasileiros (o único que não assinou o documento foi o Sport Recife, que está sem presidente) entregaram uma carta à CBF expressando sua decisão pela “criação imediata de uma Liga de Futebol do Brasil” que será fundada assim que possível.

A carta diz que a decisão é “em razão de diversos acontecimentos que vêm se acumulando ao longo dos anos e revelam um distanciamento total e absoluto” entre os clubes e a CBF.

A decisão acontece em um momento de insatisfação generalizada com a CBF, que em 31 de maio aceitou sediar no Brasil a Copa América de 2021 com duas semanas de antecedência, enquanto o Campeonato Brasileiro está acontecendo.

A constatação é do secretário de Saúde de Uberaba; novo plano de contingência hospitalar na cidade começou nesta segunda-feira (14/6)

Diante dos altos números de novos casos diários da COVID-19 e internações em UTIs, desde o início deste ano, o secretário de Saúde de Uberaba, Sétimo Bóscolo Neto, afirmou nesta segunda-feira (14/6) que a pandemia na maior cidade do Triângulo Sul se estabilizou num alto patamar de contaminação e de hospitalização.

“Os números indicam que a COVID se estabilizou em Uberaba, embora em patamar alto de contaminação e de hospitalização”, declarou Bóscolo Neto. Por conta disso, ainda conforme o secretário da Saúde de Uberaba, a pasta ainda não pode liberar os atendimentos das cirurgias eletivas na rede pública, como é a expectativa de usuários do SUS. 

“Os leitos ainda estão bastante comprometidos. Temos mais de duas dezenas de pacientes não-COVID nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) aguardando internação nos hospitais”, contou Sétimo”. Novo plano de contingência Nesta segunda-feira (14/6), a Saúde de Uberaba realizou novos ajustes no plano de contingência hospitalar para acelerar atendimento a pacientes não-COVID. Além disso, a Secretaria de Saúde informou que quer concentrar as internações de pacientes atendidos pelo SUS com COVID no Hospital Regional (HR), que irá operar com capacidade máxima de leitos de Clínica Médica (enfermaria), dando início à abertura de mais 18 leitos e saltando de 103 para 121 leitos.

Uberaba perde para a COVID-19 um de seus mais influentes jornalistas

Aos 85 anos, o conhecido e respeitado jornalista, advogado e escritor uberabense Luiz Gonzaga de Oliveira, morreu, nesta segunda-feira (15/6), vítima da COVID-19. Ele esteve internado no Hospital São Domingos por cerca de 15 dias.

Luiz Gonzaga, que ocupava a cadeira número 15 da Academia de Letras do Triângulo Mineiro, foi sócio fundador da Rádio Sete Colinas, TV Uberaba e do jornal Cidade Livre. 

Gonzaga foi narrador esportivo, cronista, apresentador de TV e trabalhou em diversos jornais, rádios e TVs de Uberaba e também de Belo Horizonte. Ele passou pela Editora Abril e revista Placar. Durante os seus aproximados 70 anos de experiência profissional, o comunicador uberabense adquiriu vasta experiência em jornais impressos de Uberaba como Correio Católico e Lavoura e Comércio, e em rádios da cidade como a PRE5, Difusora e Sete Colinas. Na política, ele atuou como presidente da Fundação Cultural de Uberaba (FCU) e também foi chefe de gabinete do ex-prefeito Anderson Adauto. O jornalista uberabense escreveu cinco livros: “Casos de Nenê Mamá”; “Memória, Histórias e Causos de Uberababão”; “Terra Mãe”; “Uberaba de todos nós, sem nós e Ferradas e Ferroadas”.

Publicado Por:   plug-suporte

Fonte da Notícia: Rádio América FM - 99,5